Cidadania Jovem encerra ciclo de inscrições para monitores

 em General

O Cidadania Jovem encerrou nesta quinta-feira, 6 de junho, as inscrições para a capacitação de monitores em Goianésia, Goiás, onde a fase presencial da formação está marcada para os próximos dias 14 e 15. Nos meses de março e abril, a capacitação foi realizada nos outros quatro municípios que participam do projeto. Em três deles, as oficinas com adolescentes já estão em andamento.

 

A exemplo das outras cidades, a capacitação em Goianésia está agendada para um final de semana, e com duração de 12 horas – quatro horas na sexta-feira (das 18h às 22h) e oito horas no sábado (das 8h às 17h, com intervalo para o almoço). Durante os trabalhos, a equipe pedagógica do Cidadania Jovem apresenta o projeto, que tem como objetivos  promover a saúde e contribuir para a formação integral de adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

 

Os inscritos também se apresentam, falam de suas experiências e das expectativas em relação ao projeto. Mas a maior parte do tempo é dedicada às formas de abordagem dos adolescentes e ao desenvolvimento das oficinas de arte educação que os monitores deverão conduzir, com exercícios de elaboração e apresentação de propostas de trabalho para discussões e avaliações.

As oficinas do Cidadania Jovem beneficiarão 500 adolescentes de cinco municípios que representam as diferentes regiões brasileiras. Além de Goianésia, na região Centro-Oeste, participam as prefeituras de Cascavel (PR – região Sul), Pedreira (SP – Sudeste), Demerval Lobão (PI- região Nordeste) e Rio Preto da Eva (AM- região Norte). Em Pedreira, Demerval Lobão e Rio Preto da Eva, os trabalhos com os adolescentes já começaram. Em Cascavel,  os monitores fecharam o planejamento e anunciam a primeira oficina para o próximo dia 22 .

 

Documentos para o SUS

 

O Cidadania Jovem é desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa e Apoio ao Desenvolvimento Social (Ipads), em parceria com a empresa Bayer e com apoio do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). Além da metodologia de trabalho com adolescentes, que poderá ser replicada em outros municípios, o projeto resultará em novos documentos  para o Sistema Único de Saúde, o SUS.


A equipe técnica do projeto está em fase final de elaboração do Caderno de Promoção da Saúde do Adolescente e do manual técnico O Cuidado à Saúde do Adolescente na Atenção Básica.  Os dois documentos serão disponibilizados aos profissionais das mais de 40 mil Unidades Básicas de Saúde de todo o país.

Publicações Recentes